VISTORIA DO TRANSPORTE ESCOLAR

 Compartilhe no Twitter  Compartilhe no Facebook  Compartilhe no Google Buzz  Adicione aos favoritos no Google
Ampliar © Cettrans/Cadini

Vistoria semestral do Transporte Escolar, a 1ª foi em janeiro

Ampliar © Cettrans/Cadini

Alguns veículos apresentaram problemas considerados leves

Ampliar © Cettrans/Cadini

Faixas refletivas estão entre os novos itens verificados

A Cettrans está realizando a vistoria dos veículos do transporte escolar em Cascavel. Na terça-feira (27) foram vistoriados os micro-ônibus e as combis que realizam o transporte escolar rural, na quarta-feira (28), foi a vez das vans que fazem o serviço no perímetro urbano. E na sexta-feita (30), serão fiscalizados os ônibus do transporte escolar rural. A vistoria acontece no pátio do Terminal Rodoviário de Cascavel.

Esta é a 2.ª vistoria do transporte escolar do ano de 2010, que tem como um dos principais objetivos a verificação de questões relacionadas à segurança.

A vistoria do transporte escolar rural totaliza 62 veículos e respectivos condutores, distribuídos entre as 02 empresas permissionárias do sistema, com gerenciamento pela Secretaria Municipal de Educação.E o transporte escolar urbano com um total de 71 veículos, distribuídos entre permissionários pessoas físicas e jurídicas, com gerenciamento pela Cettrans.

Em ambos os casos, são verificados cerca de 49 itens, que tratam da regularidade administrativa dos veículos e condutores, incluindo verificação do registro do veículo, carteira de habilitação e curso de transporte escolar do condutor, apólice de seguro para os passageiros transportados, dentre outros, bem como da regularidade dos veículos em cumprimento das exigências da legislação de trânsito, principalmente daqueles itens de segurança obrigatório, tais como, estado dos pneus e estepe, cintos de segurança, extintor, luzes de sinalização e iluminação, faixas de escolar, limitador de abertura das janelas, dentre outros.

Dois novos itens verificados são as faixas refletivas nas laterais dos veículos e a aferição do tacógrafo, ambas obrigatórias pelo Contran (Conselho Nacional de Trânsito). De acordo com as Resoluções Nº 14/98 e 87/99, os tacógrafos - instrumento obrigatório que registra tempo, distância e velocidade do veículo durante o trajeto – passam a ser verificados metrologicamente pelo Inmetro.

De acordo com o chefe do Departamento de Transporte da Cettrans, Adão Kalieskievcz, alguns veículos já vistoriados apresentaram problemas considerados leves que puderam ser regularizados no próprio local, foi o caso da faixas refletivas nas laterais das vans. “Sobre a certificação dos cronotacógrafos, prevemos um prazo de uma semana para que os condutores façam a regularização necessária”, destacou.

Na opinião do empresário ligado ao setor, Marcos Paulo Doneda, a fiscalização da Cettrans é necessária para o combate às irregularidades no transporte escolar. “Tem que ser feita para manter a qualidade aos usuários. Além disso, tem muitos que fazem o transporte clandestino, a fiscalização dá respaldo ao nosso trabalho que é regularizado”.

Os veículos que apresentarem algum tipo de irregularidade, terão a oportunidade de saná-las no próprio local da vistoria, ou até o dia 02/08/2010 no caso do transporte escolar rural, e até o dia 29/07/2010 no caso do transporte escolar urbano.

Data publicação:28.07.2010

MAIS NOTÍCIAS

Data publicação: 31.07.2014
Data publicação: 25.07.2014
Data publicação: 24.07.2014
Data publicação: 22.07.2014